Como ganhar dinheiro jogando Blackjack (guia definitivo!)

Se você pensa que para ganhar dinheiro consistentemente jogando blackjack é necessário ser um autista com super memória, um gênio matemático formado no MIT ou ter uma equipe de vigaristas altamente profissionais, você está errado!

Ter as capacidades mencionadas acima te ajudariam muito (muito mesmo!), mas qualquer pessoa que consegue se manter calma, está disposta a correr riscos calculados e sabe somar e subtrair de cabeça é capaz de conseguir bons resultados.

Se você se identificou com as características acima, prepare-se para entrar no maravilhoso mundo do blackjack!

No intuito de deixar este artigo o mais didático possível, vou iniciar falando sobre o funcionamento dos jogos de azar, explicando porque normalmente os cassinos ganham dinheiro e as pessoas perdem.

Em seguida, vou descrever as regras do blackjack e a estratégia básica que você deve seguir para equilibrar suas chances de vitória deixando-as próximas de 50%.

No final, vou te ensinar a contar cartas usando o mesmo método do famoso filme Quebrando a Banca (cereja do bolo!), o que vai alavancar suas probabilidades de sair da mesa de 21 com muito mais dinheiro do que quando entrou.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

1# Funcionamento dos Jogos de Azar

Jogos de azar

Acompanhe a cena, você entra num cassino levando seu precioso dinheiro, joga a noite toda de acordo com sua estratégia, se diverte, eventualmente ganha algum dinheiro que volta a apostar, bebe alguns martinís com 2 duas azeitonas, flerta com a mulherada e sai do cassino quebrado ao final da manhã, sem um p@t% no bolso pra contra a história.

Esse é o roteiro básico seguido por quem visitou um cassino sem entender como funcionam os jogos de azar (exceto pelos martinís com 2 azeitonas).

Por que isso acontece?

Porque os cassinos têm a estatística a seu favor.

Para mostrar isso de forma simples vou usar como exemplo o famoso jogo da roleta.

Na roleta clássica temos 37 números que vão de 0 a 36. Os números entre 1 e 36 são divididos entre as cores vermelha e preta, metade de cada cor, e o número 0 é da cor verde (na roleta americana ainda temos o 00, também de cor verde).

Entre as várias opções de apostas disponíveis temos a opção de apostar em qualquer número entre os 37 listados, o que nos daria um prêmio de 36 vezes a quantia apostada, caso tivéssemos sorte.

Nesta parte entra o detalhe da estatística que faz com que os cassinos ganhem dinheiro. Temos 37 opções de escolha e ganhamos 36 vezes nossa aposta caso venhamos a acertar.

Isso significa que se eu apostasse R$ 1 em todos os 37 números, gastando R$ 37 ao todo, no final eu ganharia R$ 36 por ter acertado o número sorteado. Jogando assim ao longo da noite, perderia R$ 1 real a cada giro da roleta.

De maneira análoga, jogando na cor sua chance de vitória é de 48,65%, já que você tem 18 números que te fariam ganhar e 19 que te fariam perder (a outra cor mais o número 0).

A mesma lógica acontece em todos os outros jogos do cassino, inclusive o blackjack. As chances de vitória do jogador são sempre ligeiramente menores do que as da casa.

Embora o “ligeiramente menores” possa parecer pouca coisa, é esta pequena diferença nas probabilidades que garante os lucros astronômicos dos cassinos ao fim de cada noite.

Mas não se preocupe, você vai aprender a equilibrar e até mesmo colocar as chances a seu favor no decorrer deste artigo.

2# Regras do blackjack

blackjack

O blackjack é um dos jogos de cartas mais simples que existem, e por isso um dos mais viciantes. Para saber sobre o funcionamento básico do jogo basta lembrar dos 9 aspectos seguintes:

  1. O jogo é sempre um duelo entre o jogador e a casa, representada pelo croupie. Não importa quantos jogadores estejam na mesa jogando 21, seu objetivo é sempre ganhar da casa.
  2. Os valores de cada carta são os da face (8 vale 8, 10 vale 10, etc), as cartas nobres (Rei, Dama e Valete) valem 10 cada uma e o Ás pode valer 1 ou 11. Não há diferença entre valor dos naipes. Note que das 52 cartas do baralho, 16 valem 10, o que significa que, estatisticamente, a cada 4 cartas viradas mais de uma terá valor 10 (informação importante!).
  3. Você ganha sempre que obtiver um valor mais próximo de 21 do que a casa, sem estourar esse valor (22 pra cima).
  4. Nos cassinos normalmente são usados cerca de 6 a 8 baralhos no jogo, alguns cassinos virtuais usam baralhos “infinitos” (o que não é nada bom para contadores de cartas, você vai saber porque).
  5. As apostas são feitas antes que você receba as cartas.
  6. O jogo começa com cada jogador recebendo duas cartas viradas para cima, a casa recebe duas cartas, uma virada para cima e outra com seu valor virado para baixo. Cada jogador então decide se quer mais cartas ou não, analisando as duas cartas que possui e a carta revelada do croupie.
  7. Ao receber suas cartas você tem a opção de parar, pedir mais cartas até ficar satisfeito ou estourar, dividir as cartas (split) caso as mesmas tenham o mesmo valor ou dobrar a aposta, o que fará com que você receba mais uma carta.
  8. O croupie é um ser sem vontade própria regido pelas regras do cassino, semelhante a uma máquina, programado para parar sempre que a soma da casa chegar a 17 ou mais. Caso a soma seja mais baixa que 17 ele vai continuar pedindo cartas (muito importante!).
  9. Quando o jogador faz 21 pontos usando apenas duas cartas (Ás e mais alguma de valor 10), ocorre o famoso blackjack. O prêmio costumeiro para quem faz blackjack é de 1,5 vezes o valor apostado.
  10. O croupie só vira mais cartas depois que todos os jogadores já pararam, o que claramente favorece a casa (você pode estourar antes mesmo da casa começar a virar sua segunda carta).

Em síntese, essas são as informações básicas sobre o funcionamento do jogo.

Agora, vou te ensinar o que fazer com base nas duas cartas que você tem e na carta revelada que a casa possui.

Seguindo as regras que passarei a seguir você já estará melhor que 80% dos jogadores de 21 espalhados pelo mundo.

3# Estratégia básica

estratégia básica

Em 1957 quatro militares americanos deram os primeiros passos na criação de uma estratégia básica que pudesse maximizar as chances de ganhar dos jogadores de blackjack. Essa estratégia foi evoluindo ao longo do tempo através do uso de conceitos matemáticos até chegar ao estado atual.

Para jogar bem é necessário decorar os passos abaixo até que eles sejam totalmente automáticos (é isso mesmo, decore!). Dessa forma você estará entrando para o seleto grupo de pessoas que tendem a ganhar mais do que perder jogando 21.

Para facilitar a absorção da estratégia, vamos dividi-la em 3 situações:

  1. Você recebeu apenas cartas de valor fixo (não recebeu Ás);
  2. Entre as duas cartas que você recebeu, há um Ás; e
  3. Você recebeu 2 cartas de mesmo valor (pares).

Partindo dessas 3 situações você irá observar a carta do croupie e seguir as decisões abaixo:

Mãos de valor fixo:

  1. Se a soma das suas cartas for inferior a 8 (3 + 5, por exemplo), sempre peça outra carta.
  2. Se sua soma for um 9 e a casa tiver de 3 a 6 na carta aberta, dobre sua aposta. Caso o croupie tenha qualquer outra carta exceto as citadas (Ás, 2, 7, 8, 9 e 10), peça outra carta.
  3. Se você tiver 10 e a casa tiver de 2 a 9, dobre sua aposta. Caso o croupie tenha um Ás ou 10, peça outra carta.
  4. Se você tiver 11 e a casa qualquer outra carta que não seja um Ás, dobre sua aposta. Caso o croupie tenha um Ás, peça outra carta.
  5. Se você tiver 12 e a casa de 4 a 6, pare (a chance da casa passar de 21 nesse caso é muito grande). Caso o croupie tenha qualquer outra carta, peça mais uma carta.
  6. Se você tiver de 13 a 16 na soma das cartas, e a casa tiver de 4 a 6 na carta aberta, pare (você tem uma boa chance de estourar se pedir outras cartas). Caso o croupie tenha Ás, 10, 9, 8, 7, 2 ou 3 peça outra carta (sua chance de perder para o croupie é grande, por isso é melhor arriscar do que parar).
  7. Se você tem de 17 a 21, pare.

Vale lembrar que nos casos em que está previsto dobrar é preciso apostar mais dinheiro e você ganhará mais uma carta. Caso não tenha condições de dobrar, apenas peça outra carta.

Quando me refiro a carta de valor 10, lembre-se que além do próprio 10 ainda temos Rei, Dama e Valete com este mesmo valor.

Repare que grande parte da estratégia gira em torno da estatística de que de cada 4 cartas mais de uma será 10, tendo isso em mente as decisões a serem seguidas se mostram totalmente lógicas, fazendo você aumentar a aposta quando sua chance de ganhar está alta.

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente nossas novas publicações!

Mãos com Ás:

  1. Caso você tenha um Ás/2 ou Ás/3: dobre a aposta se a casa tiver ou 5 ou 6, caso contrário, apenas peça outra carta.
  2. Caso você tenha um Ás/4 ou Ás/5: dobre a aposta se a casa tiver de 4 a 6, caso contrário, apenas peça outra carta.
  3. Caso você tenha um Ás/6: dobre a aposta se a casa tiver de 3 a 6, caso contrário, apenas peça outra carta.
  4. Caso você tenha um Ás/7: pare caso o croupie tenha um 2, 7 ou 8; dobre a aposta se a casa tiver de 3 a 6; caso o croupie tenha de 9 a Ás, apenas peça outra carta.
  5. Caso você tenha um Ás/8 ou Ás/9: sempre pare.
  6. Caso você tenha um Ás/10: parabéns! Você fez blackjack e receberá 1,5 vezes o valor da sua aposta.

Jogue as mãos com Ás com as regras acima, caso você estoure os 21 pontos, seu Ás passa a valer 1, e você pode aplicar as regras para mãos fixas.

Você pode estar sentindo falta da explicação para a mão Ás/Ás, ela será feita a seguir, na parte do artigo que trata dos pares.

Mãos com pares:

Lembre-se que sair com duas cartas de mesmo valor lhe dão a chance de dividir seu jogo (o termo em inglês é “split”), o que faz com que você tenha que apostar novamente. Veja a seguir o que fazer em cada caso:

  1. Se você tiver um par de Ases: sempre divida (duas boas chances de fazer blackjack).
  2. Se você tiver um par de 2 ou 3: divida se a casa tiver de 2 a 7, caso contrário, peça outra carta.
  3. Se você tiver um par de 4: divida se a casa tiver de 4 a 6, caso contrário, peça outra carta.
  4. Se você tiver um par de 5: não divida, use a regra da mão engessada para quando tiver 10 pontos.
  5. Se você tiver um par de 6: não divida (pior mão possível para dividir), use a regra da mão engessada para quando tiver 12 pontos.
  6. Se você tiver um par de 7: divida se a casa tiver de 4 a 7, caso contrário, peça outra carta.
  7. Se você tiver um par de 8: sempre divida contra 4 a 7, caso contrário, peça outra carta.
  8. Se você tiver um par de 9: divida se a casa tiver de 2 a 6, caso contrário, pare.
  9. Se você tiver um par de 10 (ou cartas que vale 10): sempre pare.

Depois de seguir as instruções acima de acordo com cada par, use a regra das mãos fixas para as divisões que forem feitas, dobrando, pedindo mais cartas ou parando de acordo com as cartas que saírem e a carta que o croupie possui.

Caso não possa apostar mais dinheiro para realizar o split, jogue com a regra para mão fixa.

Agora que você sabe como agir de acordo com cada cenário mostrado no jogo de 21 é hora de treinar até que todos os movimentos se tornem  automáticos. Compre 4 baralhos e treine algumas horas por semana usando feijões ou amendoins como fichas.

Outra maneira simples e prática é usar sites de jogos para treinar, digitando 21 ou blackjack no Google você irá encontrar uma infinidade de sites como este (link) onde é possível praticar de graça.

Depois que tiver passado por essa fase com louvor, e não é preciso ter pressa, é hora de ir para o segundo estágio!

4# Contando cartas

contando cartas

Chegamos à prometida “cereja do bolo”!

Antes de tudo, vale ressaltar que contar cartas não é contra lei e nem trapaça. Os cassinos simplesmente não curtem contadores de cartas porque os mesmo tem uma chance assustadoramente alta de ganhar dinheiro jogando 21.

Para não contar com a antipatia da casa, não mostre que está contando cartas, pois certamente será convidado a se retirar do cassino (eles podem fazer isso, são um estabelecimento privado e têm poder de escolha sobre quem pode ou não jogar). Quanto a ameaças de morte, apanhar no porão e outras coisas afins… isso só acontece em filmes.

Aviso dado, hora de aprender a contar cartas usando o mesmo método do filme Quebrando a Banca.

O método é simples, mas é necessário ter atenção. Tudo gira em torno de aumentar as apostas no momento em que a probabilidade do croupie dar cartas altas é maior.

Cartas altas favorecem os jogadores, porque os mesmo possuem a escolha de parar com menos de 17 pontos, enquanto o croupie pede mais cartas até chegar a 17, mesmo quando tem pontuações de 14, 15 ou 16 pontos.

Para contar cartas você deve ter em mente que as cartas passam a ter outro valor, com o objetivo de facilitar a contagem:

  • Cartas altas (valor 10 e Ás) valem -1.
  • Cartas baixas (2, 3, 4, 5 e 6) valem +1.
  • Cartas neutras (7, 8 e 9) valem 0.

Alguns contadores excluem o 6 das cartas baixa e o Ás das altas. Essas pequenas variações não irão alterar a eficácia do método.

Somando estas pontuações sempre que as cartas são viradas você vai perceber que ao longo das rodadas, devido ao embaralhamento das cartas feito antes do início do jogo, vão haver momentos em que serão viradas muito mais cartas baixas e neutras do que cartas altas. Nestas ocasiões, principalmente se o bolo de cartas está no final, você terá as estatísticas a seu favor e poderá aumentar as apostas.

Dê uma olhada nos exemplos abaixo para ter uma idéia:

Ex: Você tem 13 pontos e a casa tem 8. Segundo a estratégia básica (tópico 6# das mãos fixas) você deve pedir outra carta. Entretanto, a contagem das cartas está alta, em +16 (16 cartas baixas foram viradas a mais que as cartas altas, o que indica que teremos várias cartas altas saindo em breve), e restam somente dois baralhos dos oito usados pela casa.

Com isso em mente, você resolve não pedir mais uma carta, porque sabe que vai estourar. Dessa maneira você não estourou os 21, e pode dar sorte do croupie estourar, caso uma carta baixa seja virada antes do 10 que está por vir.

Ex 2: Após essa mão a contagem continua em mais +16, sendo que o baralho fica cada vez menor. Você resolve então aumentar sua aposta, devido a alta probabilidade de virem cartas altas. O croupie então vira duas cartas para você, um par de cincos, sendo que ele tem um oito na carta aberta. Seguindo a estratégia básica você estará tranquilo para dobrar sua aposta,mesmo que ela já tenha sido inicialmente alta, pois sabe que sua chance de fazer 20 pontos é grande, e que provavelmente a casa ficará nos 18 pontos.

Supondo que a outra carta do croupie seja um 3, 4, 5, 6 ou 7, o mesmo terá de pedir outra carta, mesmo com uma contagem alta mostrando que um 10 está por vir, o que provocará o estouro dos 21 pontos e a vitória dos jogadores.

Como citei nos exemplos, a contagem de cartas é mais eficaz no final dos baralhos, pois uma contagem alta no começo do bolo não indica de fato que as próximas cartas serão altas (podem vir diversas cartas neutras e baixas antes das altas chegarem, porque ainda temos muitas cartas no baralho).

Esse conceito é chamado permeabilidade, e significa que quanto menor a pilha de cartas dentro do sapato (estrutura de onde o croupie puxa as cartas) melhor será o funcionamento da contagem de cartas.

Filme Quebrando a Banca

quebrando-a-banca

No filme Quebrando a Banca, os estudantes do MIT usavam o sistema de contagem acima com um detalhe a mais para maximizar seus ganhos. Havia sempre um estudante nas mesas contando cartas e fazendo apenas a aposta mínima, o chamado rastreador. Quando a contagem ficava alta, o rastreador sinalizava para outro estudante que tinha a tarefa de entrar na mesa apostando alto.

Para mostrar em quanto estava a contagem, o rastreador falava uma frase com uma palavra especial, a qual já havia sido atribuída um valor anteriormente (ex: pato= +12, presente= +13, congelando= +14 etc).

Dessa maneira o estudante que iria apostar alto podia saber imediatamente em quanto a contagem estava e apostar alto durante o período em que as estatísticas estivessem a seu favor.

Tudo isso sem que os cassinos suspeitassem que os dois se conhecessem.

Agora que você já sabe como contar cartas, deve praticar muito. Lembre-se que no cassino você não estará sozinho, muita gente vai estar ao seu redor, fazendo barulho, interagindo com você, os funcionários estarão te olhando, portanto, é necessário treinar.

Conclusão

Relembrando os principais tópicos passados, vimos:

1# Funcionamento dos jogos de azar

2# Regras do blackjack

3# Estratégia básica

4# Contando cartas

Não espere absorver tudo que foi dito aqui do dia para a noite. Será necessário voltar, ler e reler os trechos da estratégia básica e treinar muito a contagem de cartas para que saia no automático.

Por experiência própria, sugiro que tente usar o método pela primeira vez em cassinos de cruzeiros. Por terem apostas menores, ambientes mais tranqüilos e funcionários menos intimidadores, os cassinos de cruzeiros são bons locais para iniciar os ganhos com blackjack.

Em cassinos virtuais essa estratégia funciona com ressalvas, uma vez que muitos sites usam baralhos infinitos. Com baralhos assim fica impossível saber quantos cartas altas ainda estão por vir e contar cartas não adiantará muito.

Espero que tenha gostado do artigo.

Caso tenha restado alguma dúvida, fique a vontade para escrever abaixo nos comentários do artigo. Prometo responder o mais rápido possível.

Um grande abraço e até a próxima.

Agora quero saber a sua opinião.

Gostou do artigo? Pensa de maneira diferente? Exponha suas ideias deixando um comentário.

Fique informado! Cadastre seu email no Você MAI$ Rico e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para alcançar a liberdade financeira (grátis)!

Obrigado.