6 passos usados pelo bilionário mais jovem do Brasil para construir fortuna

Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabe quem é Flávio Augusto da Silva? Este carioca de origem humilde foi o mais jovem bilionário da história do Brasil.

Entre seus vários feitos como empresário destaca-se o fato de ter criado, a partir do zero, a rede de cursos de idiomas Wise Up, vendida 8 anos depois pela impressionante cifra de R$ 877 milhões.

O carioca não parou por aí, após a venda da rede de cursos, usou parte dos lucros para comprar o time de futebol Orlando City. Desde a aquisição, o valor de mercado do time já triplicou, fruto de parcerias e boas aquisições, como o jogador Kaká contratado no ano passado.

flavio_augusto

Por obter sucesso em tudo que fazia, Flávio acabou levando a fama de possuir o toque de Midas (personagem mitológico que era capaz de transformar tudo que tocava em ouro).

Autor do livro Geração Valor, o bilionário conta com mais de 2,5 milhões de seguidores no facebook e é uma referência em termos de empreendedorismo.

Seu último negócio, o site meusucesso.com, gerou mais de R$ 1 milhão em vendas com apenas 38 dias de funcionamento. Nele Flávio dá dicas de como empreender com sabedoria.

Neste artigo farei um breve resumo sobre a resposta que Flávio Augusto deu para a seguinte pergunta:

O que você faria se tivesse 18 anos novamente e quisesse ficar rico?”

A resposta do bilionário veio em 6 passos que ele mesmo usou para construir sua fortuna.

Acompanhe a “receita de bolo” abaixo:

1# Não faria faculdade e nem arranjaria emprego

diploma

Faculdades são essenciais para quem planeja procurar emprego, mas dispensáveis para quem quer empreender. Ao invés de gastar no mínimo 4 anos fazendo faculdade para começar a trabalhar para os outros, comece a trabalhar para si mesmo desde já. Empreenda!

2# Arranjaria um produto para vender e descobriria tudo sobre ele

pesquisar produto

O segundo passo seria se tornar expert em algum produto com grande demanda e capaz de gerar um bom lucro. Não é necessário inventar um produto, mas conhecer muito bem algum que já exista e seja necessário (Flávio começou com relógios de luxo, depois partiu para cursos de idiomas, mesmo sem saber falar nenhum outro idioma).

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente nossas novas publicações!

3# Montaria um tipo de serviço único de entrega ou aperfeiçoaria o produto para diferenciá-lo da concorrência

boa ideia

Está na hora de mostrar o diferencial, pegue o produto escolhido e dê mais qualidade ao mesmo ou faça um plano de distribuição melhor do que o dos concorrentes. Usando uma padaria como exemplo, seria precisa fazer um pão com mais qualidade do que o da concorrência, e com um serviço de entrega diferenciado, capaz de deixar o pão na casa das pessoas todo dia pela manhã.

As pessoas, no geral, não tem receio de pagar mais caro por produtos e serviços melhores.

4# Viveria com apenas 50% de tudo que eu ganha-se

economizar

Viver com menos do que se ganha é uma regra básica de quem pretende construir riqueza.

Neste caso, Flávio defende a ideia de viver com apenas 50% dos ganhos para ter condições de reinvestir os outros 50% na expansão do seu negócio, de maneira a ampliá-lo cada vez mais.

5# No auge do negócio venderia a empresa para um grande grupo, embolsando um lucro enorme

vendendo para grande empresa

Essa estratégia começa a lhe soar familiar? Foi justamente o que Flávio Augusto fez ao vender o grupo Wise Up para a gigante Abril Educação.

Flávio criou a rede Wise Up em 1995, usando apenas R$ 25.000, parte deles do cheque especial. Em 2013, a mesma rede foi vendida pelos já citados R$ 877 milhões.

6# Pegaria 5% do dinheiro ganho na transação e começaria todo o ciclo novamente, investindo os outros 95% em moeda estrangeira

recomeçar ciclo

Hora de pegar 5% do que ganhou e voltar ao início do ciclo ou, dependendo do lucro gerado na venda da empresa, aposentar-se.

Flávio sugeriu a compra de moeda estrangeira mas, você leitor do Você MAI$ Rico, sabe que investir 95% do seu patrimônio em um mesmo ativo é uma decisão arriscada.

O melhor seria dividir esse dinheiro usando os conhecimentos da Alocação de Ativos (para saber mais leia o artigo O segredo de como criar uma carteira de investimentos à prova de crises).

Conclusão

Recapitulando os 6 passos usados pelo bilionário mais jovem do Brasil para construir fortuna:

1# Não faria faculdade e nem arranjaria emprego

2# Arranjaria um produto para vender e descobriria tudo sobre ele 

3# Montaria um tipo de serviço único de entrega ou aperfeiçoaria o produto para diferenciá-lo da concorrência 

4# Viveria com apenas 50% de tudo que eu ganha-se

5# No auge do negócio venderia a empresa para um grande grupo, embolsando um lucro enorme                                            

6# Pegaria 5% do dinheiro ganho na transação e começaria todo o ciclo novamente, investindo os outros 95% em moeda estrangeira

Agora que você já sabe o caminho, restam duas escolhas:

Seguir com sua vida sem mudar nada ou começar a seguir “receita de bolo” do bilionário.

Logicamente, seguir esses passos não é tão simples quanto ler o texto (quem dera!), mas se um carioca de família humilde que não sabia falar nenhum outro idioma ficou bilionário com cursos de inglês, você também pode.

Espero que tenha gostado do artigo.

Forte abraço e até o próximo!

O que você acha? Gostou do artigo?  Exponha sua opinião deixando um comentário abaixo.

Fique informado! Cadastre seu email no Você MAI$ Rico e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para alcançar a liberdade financeira (grátis)!

  • Boa noite, Antônia.

    Não só seus pais te internariam, como a grande maioria dos pais do Brasil.
    Caso você esteja pensando em procurar emprego no futuro, com certeza um faculdade será importante, ou mesmo obrigatória, dependendo da área pretendida.
    Entretanto, caso queria ter seu próprio negócio, talvez uma faculdade aumente desnecessariamente o tempo que você levaria para ganhar expertise na área de sua escolha (formação muito geral na faculdade) e não te daria a experiência prática necessária para iniciar seu negócio.

    Lembrando que escrevo isso alinhado com o pensamento do Flávio. Eu pessoalmente ainda acho que boas faculdades fazem diferença (apenas as boas!).

    Mais uma vez, muito obrigado pelo elogio ao site!

    Abraço e continue acompanhando o Você MAI$ Rico

  • “O que você faria se tivesse 18 anos novamente e quisesse ficar rico?”… “1# Não faria faculdade e nem arranjaria emprego” – Se eu disser isso aos meus pais… Acho que eles me internam num hospício, me considerando uma louca (eu tenho 18).

    Mas gostei muito do artigo. Eu já tinha ouvido falar do livro dele, mas não sabia que ele tinha era um bilionário. Parabéns, mais uma vez pelo site :).

  • Boa noite, Nadia.

    Fico feliz que esteja gostando do site! Não deixe de conferir os artigos mais lidos no box azul !Artigos populares”.

    Abraço e continue acompanhando o Você MAI$ Rico!

  • nadia sacramento

    “Viveria com 50% de tudo que eu ganhasse”. Estou conhecendo o blog e estou gostando. Já li vários artigos.

  • Boa noite, Caio.

    Muito obrigado pelo elogio ao artigo.

    Abraço e continue acompanhando o Você MAI$ Rico!

  • Caio F

    Já tinha ouvido falar do Flávio, como o cara do Orlando City, mas nem fazia ideia de que ele havia criado a rede de cursos Wise Up.

    Muito boa as dicas!

    Vlw pelo artigo! e mantenha o excelente trabalho.

    Abraço.

  • Obrigado, Fernando!

    O crédito desse artigo também é seu. Afinal, foi você que me apresentou o livro Geração Valor.

    Grande abraço e sucesso para você!

  • Top!!!
    #eusouGV
    Parabéns Você Mai$ Rico por mais uma excelente matéria!!!