Os 9 erros mais comuns que os investidores cometem (perdi muito com o 5º)

Tempo de leitura: 8 minutos

Todos cometemos erros diariamente, afinal, errar é humano.

Por sorte, vários desses pequenos equívocos não nos custam nada, mas quando o erro acontece na área financeira, as consequências podem ser graves e duradouras.

Conversando com amigos e leitores, notei que alguns erros que eu cometi na minha vida como investidor são comuns entre quem se arrisca neste universo e poderiam ser evitados apenas com uma boa dose de informação.

Para isso, formulei este artigo mostrando os 9 erros mais comuns que os investidores cometem.

Você acha que está imune aos erros financeiros? Confira o exposto abaixo e descubra.

1# Não se importar com os custos

custos

Quando decidimos investir pensamos sempre na rentabilidade esperada e nunca nós custos inerentes ao investimento.

Imposto de renda, IOF, corretagem e taxas administrativas são exemplos de custos que retiram parte da rentabilidade e, por vezes, podem tornar a aplicação financeira em questão pouco atrativa.

Para diminuir o impacto destes custos, fique atento aos prazos (principalmente no caso de IR e IOF) que tornam as alíquotas menores e pesquise sempre por bancos, corretoras e fundos que tenham serviço de qualidade sem cobrar mais caro por isso.

2# Excesso de informação

excesso de informação

Buscar informações para investir melhor é algo benéfico. O problema é que muitos investidores buscam da fonte errada: as notícias.

Investir baseado em notícias é perigoso e já me trouxe prejuízos (leia o artigo 10 mitos sobre a bolsa de valores) uma vez que o impacto das notícias no mercado não é algo simples de prever.

Outro problema do mundo atual é a grande quantidade de informações disponíveis. Internet, televisão, revistas especializadas… Não perca tempo buscando obter toda a informação possível sobre um assunto, com a grande quantidade de fontes existentes isso se torna impossível.

Busque informação de qualidade de poucas fontes, não desperdice seu tempo.

3# Ilusão do market timing

prevendo o futuro

A velha máxima do mercado financeiro diz que devemos comprar na baixa e vender na alta.

Fácil na teoria, difícil na prática.

Buscar acertar o momento ideal para investir em um ativo é algo difícil e vai te fazer perder muito tempo analisando o mercado.

Se você tem tempo disponível e adora acompanhar o mercado, boa sorte na procuro do market timing perfeito.

Porém, se você é como 99% das pessoas que não dispõe de tempo livre, não se preocupe com a ilusão do market timing.

Esperar um momento ideal que pode nunca chegar não é uma prática eficiente.

4# Culpar os outros por suas decisões ruins

a culpa e sua

Se errar é humano, colocar a culpa nos outros também é.

Quer você tome suas decisões financeiras por si mesmo ou seguindo um guru de investimentos da moda, a verdade é que a decisão final sobre onde investir o seu dinheiro é sempre sua.

Se a decisão for boa, excelente! Se for ruim, aprenda com seus erros ao invés de apontar culpados.

Por mais cabeça dura que você seja, espero que absorva esta dica

Você é o único responsável por suas decisões em qualquer campo da sua vida”

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente nossas novas publicações!

5# Ser conservador no ganho e agressivo na perda

perigo

Esse foi o erro financeiro que me fez perder mais dinheiro no começo da minha jornada.

Quando comecei a investir tinha a regra de buscar o lucro de 1% ao dia na bolsa de valores (eu era bem agressivo!). Quando chegava a esse 1% eu parava.

Porém, muitas vezes eu não conseguia o lucro de 1% e na tentativa de ganhá-lo ainda acabava perdendo dinheiro.

Ganhando 1% em um dia e perdendo o mesmo no seguinte, já estaria no negativo por conta da corretagem.

Mas não era só isso, por esperança de que o mercado me devolvesse o lucro eu acabava permanecendo no erro, perdendo 3%, 5% e por vezes mais que 10%.

Após pouco tempo vi que estava dando um tiro pé e reformulei meu método. Buscando ser mais agressivo no ganho e extremamente conservador na perda. Só assim consegui ganhar dinheiro no mercado de renda variável.

Usei a bolsa de valores como exemplo, mas posso generalizar para qualquer mercado. Faça um bom gerenciamento de risco, não se exponha a grandes riscos para ganhar pouco.

6# Pouca ou nenhuma diversificação nos investimentos

ovos na mesma cesta

Com pouca ou nenhuma diversificação, o investidor acabado se expondo a riscos, sobretudo se a maior parte do seu dinheiro estiver alocada em renda variável.

Diversificar é necessário para dar mais segurança e garantir uma boa rentabilidade em diferentes cenários de mercado.

No artigo O segredo de como criar uma carteira de investimentos à prova de crises eu mostrei como a alocação de ativos é responsável por até 90% do retorno de uma carteira, e para se fazer uma boa alocação de ativos é necessário diversificar.

Evite alocar seus recursos de modo concentrado, diversifique entre diferentes setores e aplicações, para um bom exemplo disso veja o artigo

O segredo de como criar uma carteira de investimentos à prova de crises

7# Ausência de uma estratégia e objetivos bem definidos

não saber pra onde ir

Para investir é necessário focar em objetivos e pensar em uma estratégia para alcançá-los.

Como você quer investir? Pretende ser um investidor mais ativo ou passivo? Qual sua tolerância ao risco? Quanto pretende alocar mensalmente? Qual a rentabilidade alvo e o ganho esperado para este mês/trimestre/ano?

Estas são perguntas interessantes para quem pretende investir.

Minhas respostas, a título de exemplo, definem minha estratégia e a maneira como irei investir, veja só.

Quero investir sem ter de acompanhar muito o mercado. Serei um investidor mais passivo. Tenho moderada tolerância ao risco. Pretendo investir R$2.500 mensalmente. Quero uma rentabilidade próxima de 11% ao ano.

Observe como através de simples perguntas é possível definir estratégia e objetivos.

Quando pensar em estratégia e objetivos, lembre-se da seguinte frase

Sem objetivos bem definidos, somente por acaso se chega em algum lugar”

8# Apaixonar-se por um ativo

amor ao dinheiro

O ser humano é emocional por natureza e tende a se apegar a pessoas, animais, coisas e até mesmo a aplicações financeiras.

Sabe aquela ação que te deu um excelente retorno no ano passado, mas que perdeu seus bons fundamentos neste ano? Ou aquele fundo imobiliário que você tem encarteirado há 4 anos, e que vem tendo desempenho ruim comparado a outros?

O natural seria se livrar deles e buscar investimentos melhores, entretanto, algumas pessoas sentem uma espécie de gratidão com estes ativos que lhe trouxeram bom retorno no passado e acabam deixando as coisas como estão.

Não haja dessa forma, não sinta gratidão ou simpatia por investimentos.

Em várias áreas da vida você pode agir de maneira emocional, mas quando o assunto é dinheiro, deve ser o mais racional possível.

9# Não se comprometer a estudar mais sobre investimentos

investir em conhecimento

Se o erro 5# foi o que me fez perder mais, a correção do erro 9# foi o que me fez economizar/ganhar muito mais dinheiro.

Estudar sobre dinheiro e investimentos é vital para quem pretende ter um futuro mais rico, tranquilo e livre de compromissos.

Portanto, leia livros, faça cursos, vá a palestras e acompanhe o Você MAI$ Rico religiosamente (vendendo meu peixe!). Estude, aprenda e ensine educação financeira para seus familiares e amigos.

Costumo sempre dizer que o investimento de pequenas quantias em educação é capaz de gerar ganhos de milhares (talvez milhões) para a vida toda.

O investimento em conhecimento rende sempre os melhores juros”. Benjamin Franklin

Conclusão

Recapitulando os 9 erros mais comuns que os investidores cometem, temos:

1# Não se importar com os custos

2# Excesso de informação

3# Ilusão do market timing

4# Culpar os outros por suas decisões ruins

5# Ser conservador no ganho e agressivo na perda

6# Pouca ou nenhuma diversificação nos investimentos

7# Ausência de uma estratégia e objetivos bem definidos

8# Apaixonar-se por um ativo

9# Não se comprometer a estudar mais sobre investimentos

Se você não comete nenhum destes erros ao investir, meus parabéns! Você caminha a passos firmes e decididos em direção à liberdade financeira.

Já se você comete algum ou vários dos erros listados, não se preocupe, sempre há tempo para recomeçar da maneira certa.

Espero que tenha gostado do artigo e aprendido com o mesmo.

Abraço e até a próxima!

E você? O que acha?

Gostou do artigo? Tem dúvidas? Exponha suas ideias deixando um comentário abaixo.

Fique informado! Cadastre seu email no Você MAI$ Rico e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para alcançar a liberdade financeira (grátis)!

Obrigado.