Porque seu carro não é investimento

Tempo de leitura: 2 minutos

Muita gente pensa que carro é investimento. Nem sempre. Geralmente não é, mas há exceções, das quais falarei mais adiante.

Carro não é investimento porque investimento dá dinheiro e seu carro não coloca dinheiro no bolso. Simples assim. Pior: tira dinheiro do bolso: gasolina, manutenção, IPVA, etc (para saber o custo real de um carro, clique neste link).

Além disso, ainda que em termos nominais não se desvalorize (raríssimas exceções, e põe raríssimas nisto), desafio alguém a me mostrar que comprou um carro para uso próprio e que o carro se valorizou depois de um tempo mesmo descontada a inflação. Duvido.

Chamo a atenção para descontar a inflação porque há casos em que o carro foi comprado zero km há 5 anos atrás, digamos, por R$20.000,00 e que hoje está valendo, digamos, R$20.500,00. Sim, há estes casos e aí o desavisado pode me inquirir dizendo que o carro dele se valorizou. Sim, valorizou em termos nominais 2,5% em 5 anos mas e a inflação? Qual foi a inflação nos últimos 5 anos? A inflação tem sido maior do que 2,5% a cada semestre, o que se dirá, então, de 5 anos…

Por outro lado, como disse no primeiro parágrafo, há exceções. Um taxista, por exemplo, compra um carro (taxi) e faz dinheiro com ele. Uma pessoa que compra uma picape e faz carretos, idem. Aquele carro do dono do restaurante que carrega as compras do CEASA ou do mercado é investimento.

Enfim, há carros que são investimentos, sim. Mas não é o caso do carro que é comprado apenas com o fim de te levar ao trabalho, as crianças à escola ou para passear aos fins de semana.

Por fim, não estou sugerindo a ninguém que não compre carro. Até não acharia ruim se as pessoas fizessem isso porque, se isto ocorresse e as companhias de trânsito ficassem quietas, o trânsito tenderia a melhorar. Mas não é o que sugiro, mesmo porque o sistema de transporte coletivo brasileiro precisa melhorar muito. Mas isto já é outra história…

O que você acha? Gostou do artigo?  Exponha sua opinião deixando um comentário abaixo.

Fique informado! Cadastre seu email no Você MAI$ Rico e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para alcançar a liberdade financeira (grátis)!

Obrigado.

  • Excelente decisão, Matsusa!

    O carro é um luxo, não uma necessidade, para a maior parte das pessoas.
    Parabéns pelo seu raciocínio e também por levar em conta o custo de oportunidade do dinheiro gasto para comprar e manter um carro. Investido esse dinheiro com certeza vai render bons frutos!!
    Abraço!

  • Matsusa Borges

    Já pensei em comprar carro diversas vezes pra tentar fugir do transporte coletivo… Mas colocando na ponta do lápis, estaria pagando para trabalhar, sem contar o custo de oportunidade.
    Vou adiar até o momento em que eu tiver filho ou se meu emprego depender de veículo próprio.
    Excelente artigo!

  • Pingback: ()

  • Daniel Meinberg

    Obrigado, Sheila.

  • Sheila Perini

    Concordo plenamente!