Fatura do cartão de crédito no débito automático

Tempo de leitura: 2 minutos

Outro dia, ajudando um amigo um pouco desorganizado a colocar em ordem sua vida financeira, vi que de vez em quando ele perdia uma data de pagamento de boletos e faturas.

Não se enquadra em um daqueles casos de falta de dinheiro ou com dívidas no cartão de crédito há meses (por exemplo): ele tinha o dinheiro, mas em função de uma viagem, ou de esquecimentos mesmo, acabava pagando a fatura do cartão de crédito aqui e ali com algum atraso.

Perguntei-lhe porque não incluía a fatura do cartão no débito automático. Ele respondeu que gostava de conferir bem direitinho a fatura pra saber se não havia ali nenhum lançamento indevido e depois pagar. Por isto não usava o débito automático.

Pois muito bem. Em primeiro lugar, é de se ressaltar o louvável comportamento de conferir todos os lançamentos, afinal fraudes e erros acontecem e quem não confere acaba pagando indevidamente. Ponto pro meu amigo.

Porém, na prática o não uso do débito automático o havia levado a desperdiçar algumas centenas de reais nos últimos meses em juros por atraso na fatura do cartão de crédito. Aí é que estava o problema.

Se ele tivesse optado pelo débito automático, na maioria das vezes, como no vencimento do cartão o saldo de sua conta corrente era maior do que o saldo da fatura, ele não teria pago 1 centavo de juros.

Mesmo nas ocasiões em que no vencimento do cartão de crédito o dinheiro na conta não dava para pagar toda a fatura, notei que seu banco cobrava um juro menor no limite de cheque especial pré-aprovado do que a taxa do rotativo do cartão.

Ou seja, o débito automático além de abater do total da fatura eventual saldo em conta, reduzindo o valor sobre o qual incidem os juros, reduziria também a taxa incidente sobre o saldo devedor.

Parece uma decisão fácil não é!? Pois é, andei perguntando e encontrei outras pessoas que também não usam o débito automático para a fatura do cartão. Por curiosidade, pesquisei no banco no qual eu tenho conta e eles oferecem dezenas de cartões de crédito, nenhum – isto mesmo nenhum – com taxa de juros menor do que a taxa do cheque especial pré-aprovado.

Isso quer dizer que para os milhões de clientes do meu banco, esta regra também vale. E pra você? Também vale? Já pesquisou?

Fique informado! Cadastre seu email no Você MAI$ Rico e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para alcançar a liberdade financeira (grátis)!

  • Boa noite, Helder.

    Virá na próxima fatura com juros. Tente pagar antes que isso aconteça.

    Abraço.

  • Helder Vieira

    Boa Tarde, a minha fatura do cartão de crédito está no débito automático, mas no dia do abatimento só tinha uma parte do valor em minha conta, ele descontou a quantia que eu tinha mas ainda fiquei devendo, fiz um depósito no dia seguinte eu queria saber se o banco vai descontar ou se virá o restante do valor na próxima fatura? desde já agradeço

  • Sergio Mellorine

    Muito obrigado pela resposta Bruno Perini, só mais uma coisa se eu depositasse sem querer 61 Reais ( 1 real a mais) e depois cancelasse meu cartão de crédito os 1 real cairia na minha conta corrente?

  • Bom dia, Sergio.

    Você deve comunicar ao banco antes de adiantar pagamentos para evitar gerar duplicidade de cobranças ou outros problemas, mas, a princípio, pode adiantar pagamentos sim.
    Só reitero que por se tratar de uma fatura em débito automático, é melhor conversar com banco antes para não pagar duas vezes pela mesmo caso decida pagar adiantado. Logicamente o banco irá te ressarcir caso ocorra este erro, mas é melhor evitar problemas e estresse desnecessário.

    Abraço.

  • Sergio Mellorine

    Ola, gostaria de saber se eu pagar todas as faturas de uma só vez, a fatura do cartão de crédito ainda vai descontar automaticamente na data prevista? Por exemplo uma compra no cartão de crédito em 4 parcelas de 15,00 R$, se eu pagar antes da data do lançamento da fatura a soma das 4 parcelas no total de 60,00 R$ em um único dia, eu ainda irei pagar no débito automático as parcelas destas futuras nas datas previstas?

  • Boa tarde, Fábio.

    O Daniel agora tem seu próprio site e não escreve mais para o Você MAIS Rico.
    Eu não sou cliente caixa, mas como uso cartões de crédito te aconselho a ligar para o número que fica a retaguarda do seu cartão e falar com o suporte do mesmo, normalmente é possível cadastrar seu cartão em débito automático fazendo isso.

    Abraço.

  • Fábio Rodrigues

    Legal. Vi que você é da Caixa. Então, por que não consigo cadastrar a fatura do cartão da caixa como débito automático na própria caixa?

  • Daniel Meinberg

    Marcelo, obrigado pela participação.
    Só vale a pena pagar a fatura parcial se o custo do seu empréstimo for maior do que o custo do crédito rotativo. Considerando que tais valores são elevadíssimos no Brasil, arrisco-me a dizer que não vale a pena: até entrar no cheque especial é mais barato. Confira. Em tempo, já pensou em mudar a data de vencimento do seu cartão?
    Abraço.

  • Marcelo Dias

    Bem, eu pago meu cartão em débito automático, sempre confiro o extrato online ou via auto-atendimento. O que tenho dúvida é que as vezes ou quase sempre pago o valor parcial da fatura e nos dias subsequentes ao vencimento realizo deposito para pagar o restante que ficou em aberto. Sendo que realizo essa rotina já tendo realizado o saque do cartão de crédito. Questão, pagar fatura parcial é recomendado em algumas situações?