Você confia sua aposentadoria ao governo?

Tempo de leitura: 3 minutos

Desde a mais tenra infância a grande maioria das pessoas ouve a mesma coisa de seus pais “estude, faça uma faculdade, arrume um emprego, trabalhe duro e se aposente quando chegar a hora”.

Esse conselho, que funcionou bem por muito tempo, pode não ser a melhor linha de ação nos dias de hoje.

Você já ouviu falar de Otto von Bismarck?

 Otto-Von-Bismarck

Bismarck foi o chanceler alemão que, no ano de 1889, criou a aposentadoria.

Naquela época o benefício assegurava o pagamento de uma pensão a todos os trabalhadores do comércio, indústria e agricultura que tivessem 70 anos ou mais.

Como a expectativa de vida do alemão no final do século XIX era bem menor que a idade base da aposentadoria, o benefício era alcançado por poucas pessoas e, na grande maioria dos casos, usado por curto espaço de tempo, já que não era comum viver muito depois dos 70 anos.

Nessa época o governo era plenamente capaz de pagar os aposentados!

Voltando aos dias de hoje

previdencia social

Nossa situação no começo do século XXI é bem diferente dos tempos de Bismarck. Façamos a análise de alguns pontos:

1º) As pessoas estão vivendo cada vez mais

O brasileiro tem uma expectativa de vida de 73,44 anos, tendendo a aumentar. Essa notícia em si é muito boa.

2º) Os casais estão tendo cada vez menos filhos

A taxa de natalidade do nosso país, que já foi de 3 filhos por casal em 1990, está em menos de 2 atualmente. E a tendência é que continue diminuindo.

Juntando os dois dados, vemos algo ruim…

Em um futuro próximo teremos mais aposentados que pessoas em idade produtiva. Com isso, uma pergunta inevitável será “Quem vai pagar os benefícios para toda essa gente?”

A resposta que vem a cabeça de muitos é “O governo”.

Você pode acreditar nisso, mas eu não confiaria minha estabilidade financeira na velhice apenas às mãos do governo.

A conta está ficando cada vez mais cara, vivemos em uma época de crise financeira, futuro incerto e risco de estouro de uma bolha imobiliária, parecida com a que vitimou a maior economia do mundo há alguns anos atrás.

Os aposentados pelo INSS, forças armadas e servidores públicos ainda contam com relativa segurança, inclusive com alguns mantendo aposentadorias de valor integral, ganhando a mesma coisa que profissionais de sua categoria que ainda trabalham.

Até quando isso vai durar é algo impossível de prever. Porém, não é necessário ser um gênio para notar que a situação vai se tornar insustentável.

Se você quer ter mais controle sobre seu futuro financeiro, e não depender apenas da boa vontade dos governantes, assuma o controle da situação, aumente sua inteligência financeira e construa um patrimônio que garanta uma vida plena de realizações e possibilidades.

Estude, invista, empreenda e fique rico. Assim você irá se tornar parte da solução, e não do problema.

Para mais ideias a respeito deste tema, deixe seu comentário abaixo.

Todo e qualquer debate é sempre bem vindo!

Fique atualizado sobre as publicações do Você MAI$ Rico cadastrando seu email em nosso site (grátis!).

Obrigado!

  • Com certeza não é a melhor opção, Carlos. O ideal é que cada pessoa construa um patrimônio que seja capaz de mantê-la ao longo da vida. E isso que venho fazendo e indico aos meus leitores que façam o mesmo.
    Abraço!

  • carlos

    Outro post muito bom…o INSS está fálido! Ficar por conta apenas de pensão do governo não dá